Codanorte implanta coleta seletiva interna em parceria com as empresas Contass, A.T. Lacerda Imóveis e Megaponto


08 de setembro de 2022


O Programa de Coleta seletiva Outro Norte foi lançado nesta terça-feira, 06 de setembro, no prédio do Codanorte, em parceria com as empresas Contass, A.T. Lacerda Imóveis e Megaponto. Ao todo, os 100 funcionários das quatro empresas vão participar da campanha, que receberam, cada um, uma Ecobag para colocar os materiais.

Como já dizia o ditado popular: "Bom exemplo vem de casa", a iniciativa propõe estimular a mudança de postura dos próprios colaboradores. Para que estes também propaguem a ideia ambiental e façam a coleta seletiva interna.

“Isso aqui é um ato simbólico. Estamos dando um pontapé inicial. Você está plantando a sementinha. Nós começamos hoje o nosso projeto no prédio. Um projeto que já permeia mais de 32 municípios consorciados. E agora é a vez da gente fazer a nossa parte e nosso dever de casa. Essa campanha é uma parceria a A.T. Lacerda, Megaponto e Contass Contabilidade. Eu queria agradecer aos parceiros, aos amigos e também a cada colaborador por fazer parte dessa iniciativa”, discursou o secretário executivo do Codanorte, Enilson Francisco.

 

Sandra Vasconcelos, proprietária da empresa Megaponto parabenizou o Codanorte pela iniciativa e fez uma reflexão sobre como a mudança de hábitos é importante. “Isso realmente chama a atenção da gente, quando a gente começa em casa a separar, começa a ser um trabalho que a gente nem percebe, e logo já estamos separando automaticamente. É muito motivante, pois a gente percebe o tanto de lixo que a gente joga fora, e que poderíamos ter começado esse trabalho há muitos anos. Mas nunca é tarde para começar!”, comentou.

O sócio-diretor da CONTASS, Ivan Fonseca, chamou a importância para que os catadores possam encontrar os materiais limpos para que sejam reciclados. “Eu vejo as pessoas fazendo coletas no cesto de lixo para tentar separar os recicláveis, então, se nós tivermos essa consciência e nós fizermos essa pré-seleção, eles já vão encontrar o material separado, sem ter que ficar revirando as sacolas correndo o risco de uma contaminação. O interessante é que isso gera renda para outras pessoas”, disse.

Como foi dito, a coleta seletiva influencia positivamente várias áreas. Além de melhorar o meio ambiente e a saúde da população, também beneficia a economia e o social, pois gera renda para os catadores de materiais recicláveis.  Eles são peça fundamental nesse processo. Todos os resíduos coletados no prédio serão doados para a Cooperativa de Catadores Ecogalpão, localizada no bairro Santos Reis. Sidney Coutinho, diretor administrativo e financeiro da cooperativa participou do evento acompanhado das catadoras Paula e Maria de Jesus. Todos os materiais recolhidos no prédio serão destinados para a associação.

“Como foi falado, o importante é começar. E é um prazer para nós do Ecogalpão fazermos parte dessa iniciativa. São 60 famílias assistidas, que há muito tempo tem uma vida bem difícil. Hoje, o reciclável está bem disputado. E são ações como essa que nos ajudam, pois o material vai para o galpão limpo e separado. Material esse que vai proporcionar aos catadores melhorar a sua renda e fazer a diferença no meio ambiente”, destacou Sidney.

 

Para que todos os colaboradores possam entender os detalhes a respeito de como funciona o programa Outro Norte, o engenheiro ambiental e sanitarista, Pedro Bicalho, fez uma apresentação. Ele é coordenador do Programa que está sendo desenvolvido em escolas de mais de 30 municípios consorciados ao Codanorte. “O Outro Norte está sendo desenvolvido em 32 cidades, 89 escolas, com um público de 39 mil alunos, 3.600 professores, e de forma indireta envolve uma população de 400 mil habitantes. E ele está acontecendo semelhante a maneira como vai acontecer no prédio. O nome foi escolhido em função da necessidade de a gente criar um outro panorama, um Outro Norte de Minas mais sustentável a partir da reciclagem, onde envolve a questão ambiental, social e econômica. Com isso, esse segundo semestre será marcado por dois momentos diferentes: a Gincana de recicláveis que será desenvolvido nessas escolas, e o maior plantio de árvores do Norte de Minas, onde vamos plantar simultaneamente 60 mil mudas de árvores nos municípios que aderiram ao programa”, enfatizou Pedro.

A assistente executiva, Rosivânia Nunes, ressaltou a importância dos objetivos da coleta seletiva no prédio e da sensibilização com a sustentabilidade ambiental. Além disso, explicou como será a logística interna da campanha. “O objetivo da campanha é sensibilizar os colaboradores para realizarem a coleta seletiva dos materiais recicláveis em suas residências e replicarem a ideia para vizinhos e familiares, trazendo assim mudanças de hábitos, proporcionando o descarte correto dos resíduos sólidos. A operacionalização da campanha será por cerca de 100 dias, no qual terá a coleta seletiva duas vezes na semana no prédio. A cada 10 embalagens entregues, o colaborador recebe um ticket para participar de um sorteio de brindes que acontecerá no mês de janeiro do ano que vem”, explanou.

 

 

 

 


Tags
Codanorte Contass Megaponto A.T. Lacerda Coleta seletiva Coleta seletiva interna