Cerca de 2 mil pessoas participam do 1º Congresso de Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade para a Gestão Pública (CINTECS), promovido pelo CODANORTE


01 de setembro de 2023


Cerca de 2 mil pessoas de várias partes do país participaram do 1º Congresso de Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade para a Gestão Pública (CINTECS), promovido entre os dias 29 e 30 de agosto, em Montes Claros. O número bateu 30% a mais do público esperado e superou as expectativas da organização.

Como o próprio nome já diz, o CINTECS apresentou vasta programação, dividida entre cinco painéis temáticos simultâneos, voltada para o desenvolvimento tecnológico e sustentável dos municípios, oferecendo soluções inovadoras para que eles se tornem mais inteligentes.

Ao todo, foram mais de 100 palestrantes que subiram nos palcos Mandacaru, Flor de pequi, Flamboyam, sempre-viva e Ypê amarelo. Entre os palestrantes que participaram estão: o procurador-geral do Ministério Público de Minas Gerais, Dr. Jarbas Soares, o empresário Geraldo Rufino, a secretária de meio ambiente de Minas Gerais, Marília Melo, e a jornalista Giuliana Morrone.


A proposta busca atender a uma mobilização global em prol da modernidade na administração pública focada na eficiência, agilidade e transparência. Foi destinado a representantes dos órgãos e entidades das esferas do Governo Federal, Estadual e Municipal, presidentes e secretários executivos de Consórcios, sociedade civil, comunidade estudantil e empreendedores. 


“Foram dois dias de muito conhecimento, troca de experiências e contato com todos aqueles que desejam conhecer o que há de melhor para o avanço das nossas cidades. Ficamos felizes em trazer um evento inovador, que não deixou a desejar em nada comparado aqueles congressos feitos nos grandes centros do país. Sem dúvidas, o Codanorte fez história e trouxe o melhor da tecnologia para promover boas experiências ao público presente”, ressaltou o presidente do Codanorte e prefeito de Francisco Dumont, Eduardo Rabelo.

Uma das novidades do evento, foi o fato de os participantes poderem sintonizar qual palestra desejava escutar, pois as palestras foram apresentadas via rádio e fone de ouvido, o que permitiu que um palco não atrapalhasse o outro. O destaque também foi o crachá sustentável com semente, onde o participante poderá picotá-lo após o evento e plantá-lo.



 

Feira de Negócios


O espaço também foi propício para as empresas e instituições apresentarem suas marcas, na Feira de Negócios de Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade – FINTECS 2023, espaço para networking e apresentações de casos de sucesso em diversas áreas do mercado. O espaço reuniu empresas e serviços de educação, tecnologia, gestão de resíduos, saúde e muito mais.

“Foi surpreendente para nós a organização e o tanto que esse evento está representando para a nossa empresa. Então, foi um ganho e excelente experiência estar do CINTECS”, destacou o diretor da Exata Group, empresa que veio de Contagem para expor no evento.

 

A Cedro agronegócios, que possui filiais em Minas Gerais, também instalou estande no CINTECS. “Gostaria de parabenizar o Codanorte pelo evento promovido, que agregou muito valor econômico e ambiental para o nosso setor”, comentou a analista Renata de Jesus.

 

Roda de conversa


O CINTECS também foi um momento de integração com um grupo fundamental na busca pela sustentabilidade do planeta. Catadores de materiais recicláveis participaram da “1ª Roda de escuta e conversa com os catadores de materiais recicláveis”, promovida na manhã desta quarta-feira (31), no estande do Codanorte.

A advogada assessora técnica do Codanorte, Fátima Procópio, responsável pela mobilização dos catadores, conta que durante um ano de trabalho, a equipe pode visitar os lixões, galpões e conhecer a realidade destes profissionais em Januária, Manga, Itacarambi, Pedras de Maria da Cruz, Pirapora, Buritizeiro, Brasília de Minas e São Francisco, entre outros. “Pudemos constatar o quanto estamos distantes de uma inclusão adequada nos processos de gestão. É um desafio sensibilizar os gestores, é um desafio planejar conjuntamente a transição necessária diante da necessidade de encerrar os lixões. Faltam recursos, mas especialmente conhecimento, envolvimento e visão de um futuro possível. Nosso papel nesta Roda é primeiro escutar... e então trazer uma luz de possibilidades para os próximos anos, com os aportes possíveis dos governos em todos os níveis, dos órgãos públicos e principalmente da sociedade e seus profissionais. Obrigada por virem escutar e levar a voz dos Catadores”.

 

Mostra Científica

 


Voltada para a promoção do conhecimento, a IV Mostra Científica do Codanorte abordou seis eixos temáticos: Políticas públicas; Meio ambiente e saneamento; Licenciamento ambiental; Saúde Pública; Desenvolvimento regional; e Turismo.

Cerca de 20 acadêmicos e pesquisadores apresentaram os trabalhos na tarde desta quarta-feira (30). A coordenadora da Mostra Científica, Suelen Santos, explica que o objetivo foi “englobar diversas discussões a respeito de impactantes temas da gestão pública e seus desafios na atualidade, além de cuidar das relações existentes entre o ser humano e o meio ambiente com ênfase na sustentabilidade. O evento de abrangência regional propicia, mediante programação diversificada e de qualidade, a atualização dos participantes, além de fortalecer o papel do CODANORTE como gerador e divulgador de conhecimento científico”.

Os três melhores trabalhos ganharam o Certificado de Honra ao Mérito, e todos os trabalhos apresentados serão publicados nos anais do congresso.

 

Cultura


A valorização da cultura e dos artistas também não faltou no CINTECS. Durante os dois dias de evento, público pôde prestigiar a apresentação do grupo Catopês de Montes Claros, da cantora norte-mineira Juliana Gorayeb e do cantor gaúcho Ratto.

 

Solidariedade

 

O CINTECS foi um evento gratuito, com a entrada de 1kg de alimento não perecível. A ação arrecadou quase uma tonelada de alimentos que serão destinados às instituições filantrópicas da região.



 







Tags
CINTECS CODANORTE FEIRA DE NEGÓCIOS INOVAÇÃO TECNOLOGIA SUSTENTABILIDADE MOSTRA CIENTÍFICA RODA DE CONVERSA